Novo nome, nova marca, estamos de cara nova: agora somos POSTGRAIN! Saiba mais
Cadastre-se
Por
Letícia Frota
04/04/2017
às 16:00

Organize o feed do Instagram e mantenha a identidade visual da marca

O Instagram, definitivamente, é uma das plataformas mais importantes do momento e está se tornando essencial para quase toda estratégia de marketing digital.

Em termos de uso geral, ele se encontra no top 5 das redes sociais mais usadas no Brasil. Já para os negócios, ele ganha ainda mais importância. Segundo a Social Media Trends 2017, o Instagram só fica atrás do Facebook quanto a adesão e eficácia.

Tamanha a sua influência, existem algumas dicas infalíveis para se ter sucesso nessa rede. Todas elas convergem para a elaboração de ótimas fotos e legendas. Porém, somente algumas imagens separadas não são mais capazes de manter uma boa estratégia.

A atração de um usuário depende de um ótimo feed para ganhar o merecido follow. Ainda não sabe o quão importante é organizar o feed do Instagram? Então, continue lendo!

Por que você precisa organizar o feed do Instagram?

Para entender melhor sua importância, vamos supor uma simples trajetória de um usuário pelo Instagram.

Primeiramente, ele vê uma foto legal, curte ela e, possivelmente, vai ficar curioso por quem a publicou, certo? Assim, ele deve visitar o perfil dessa pessoa e avaliar se é interessante ou não segui-la.

Naturalmente, sua primeira impressão será pelo feed dela e, se ele estiver bagunçado e pouco atrativo, é bem provável que não se tornará um seguidor. Inclusive, você já deve ter escutado que a primeira impressão é a que fica, certo?

Um perfil com vários seguidores é extremamente importante para manter uma base de fãs engajados e que vão garantir visibilidade a uma marca ou influencer. Por isso, um feed organizado é importante, já que ele funciona como uma porta de entrada para um visitante tornar-se um fã.

Por ser a primeira impressão que um usuário terá do seu perfil, o feed também deve estar de acordo com a sua identidade visual. Dificilmente ela foi elaborada para transmitir desordem e falta de coesão. Dessa forma, é necessário pensar nas cores e no aspecto que as miniaturas das fotos transmitem quando agrupadas.

Como elaborar a identidade visual de sua marca?

Um passo importante para conquistar um feed organizado é já ter uma identidade visual estabelecida. Como suas fotos vão seguir um padrão, não é nenhum mistério que o seu feed também fique alinhado.

Antes de começar a desenvolver a sua identidade visual, você deve conhecer o seu público, do que eles gostam e como eles interagem.

Uma ótima opção é elaborar uma buyer persona, a representação de seu cliente ideal, para representar uma pessoa com quem você falará diretamente. Assim, você pode direcionar tudo o que produz para a sua persona.

Após entender com quem você deve falar, é hora de estruturar a sua identidade visual. A melhor opção é desenvolver um moodboard para orientar a produção das fotografias.

Ele vai definir o estilo que as fotos devem seguir, com fotos inspiradoras, fotos da marca, algumas paletas de cores e a indicação de filtros para serem usados, tudo isso reunido em um documento. O Pinterest pode te salvar nessa seleção.

1. Cores

A paleta de cores deve ser harmoniosa com as cores da marca e seus produtos, além do site e do blog. Elas devem ser pensadas de acordo com o que deseja ser transmitido.

Por exemplo, tons análogos criam uma aparência mais calma e cool, enquanto os opostos transmitem mais energia. As tonalidades neutras, como o branco, também estão super em alta, podendo ser um elemento em comum em todas as fotos.

2. Disposição visual

Pense também na disposição das imagens. Ela demonstra preocupação estética, quando se observa o conjunto do feed. Para isso, é possível utilizar um mesmo fundo para as imagens ou optar por elementos centralizados.

Considere recortes iguais para todas as suas fotos, com molduras diferentes do padrão do Instagram. Os formatos são a principal forma de deixar o seu perfil padronizado.

3. Tipos de post

Ao escolher o estilo das fotografias, escolha os assuntos que sua marca também abordará. O ideal é que sejam escolhidos, ao menos, três tipos de post, de forma que suas publicações não fiquem monótonas e consigam entreter seus fãs com mais diversidade.

Deve-se também considerar como será a intercalação entre eles. Por exemplo, uma disposição poderia ser uma foto do produto, outra do time da empresa, algumas três paisagens com frases inspiradoras que representem os valores da empresa, entre outros tópicos alternados.

4. Filtros e Edição

Filtros são ótimos para as fotos. Segundo o Yahoo Labs and Georgia Tech, as imagens filtradas ganham 21% mais likes e 45% mais comentários, gerando maior engajamento com os seguidores.

Entre as indicações no moodboard, descreva como deve ser a edição das imagens, considerando a iluminação, o contraste, a saturação, a temperatura, entre outros.

Outra ótima opção é deixar alguns filtros pré-definidos, acompanhado dos aplicativos em que eles se encontram. Assim, você já consegue estabelecer um guia de como será a edição das fotos.

Quais ferramentas podem ajudar tudo isso?

Além do Instagram, existem diversos outros aplicativos que podem te ajudar a alcançar um feed organizado.

1. Cores

Para a escolha da paleta de cores, você pode utilizar o Adobe Color, que monta a cartela de acordo com algumas cores bases que você seleciona. Uma boa opção é selecionar os códigos das cores institucionais de sua marca e elaborar a paleta com outros tons que ficam em harmonia com elas.

Outra boa opção é o Color Scheme, que também agrupa diversas tonalidades e já considera o contraste e a saturação.

Se você estiver sem ideias, pode ainda pegar algumas inspirações no blog Design Seeds, que publica novas paletas retiradas de belas imagens diariamente.

2. Edição

Alguns aplicativos de edição de imagem também podem ser de grande ajuda para complementar os recursos do Instagram.

O VSCO já é famoso, contém alguns ótimos filtros, permite a criação de montagens e faz a integração direta para você publicar na rede.

O Diptic é uma opção melhor para empresas, com montagens mais voltadas para produtos e fotografias de clientes. Ele também pode ajudar a editar as fotos e possui funcionalidades semelhantes ao VSCO.

Muito bom para a coloração, o A Color Story é perfeito, uma vez que torna possível a criação de filtros originais. Além disso, possui alguns efeitos especiais e boa funcionalidade para montagens.

3. Simuladores de feed

Para você conseguir visualizar como o seu feed está ficando e se uma foto vai encaixar com as outras miniaturas, existem alguns aplicativos que conseguem te ajudar com simulações.

O Unum faz o upload do feed atual do Instagram e deixa alguns espaços em branco para o preenchimento com as fotografias que você planeja publicar. Ele também permite algumas edições de imagem para complementar.

O Planoly também possui funcionalidades bem semelhantes ao Unum, mas está disponível para aplicativos em Android também. O único contratempo é que a versão grátis é somente um período de testes, que expira em um mês.

Com opções mais simples e sem tantos recursos de edição, o Snug faz o upload das fotos existentes e permite a organização de seu perfil.

Além da identidade visual e um feed bem alinhados, é importante deixar a comunicação do perfil organizada. Elabore um tom para a sua marca — ele dará as diretrizes de como ela deve estabelecer um diálogo com seus fãs. Essa definição ajudará você a criar boas chamadas e, junto com a identidade visual, é essencial para um branding bem feito.

Agora que você já sabe como organizar o feed do Instagram e porque isso é importante, ajude seus colegas e compartilhe essas dicas nas suas redes sociais!