Mercado de moda no Instagram: como despertar desejo e aumentar vendas

Mercado de moda no Instagram: como despertar desejo e aumentar vendas

por João Uchôa • há 3 semanas

Em 2018, o mercado de moda gerou um consumo de R$ 220,6 bilhões, perdendo apenas para o setor de alimentos, que vendeu R$ 560,8 bilhões. Hoje, já somos o sexto produtor têxtil do mundo, gerando milhares de empregos; e acredita-se que até 2021 devemos crescer 3,1% ao ano. Os dados são do Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário da Fies. 

GIFs com colagens com camadas brilhantes, arrojadas e planas, vibrantes que misturam elementos abstratos e recortes de desfiles de moda.

Fonte: Dazed / Paul Wagenblast

 

Não é à toa que este é o mercado que mais cresce no Brasil. Inovação, tecnologia e a qualidade dos produtos são fatores que contribuem para fortalecer o setor têxtil, inclusive internacionalmente. As empresas também estão mais preocupadas em gerar valor de marca, enxergando o mundo digital como a principal forma de conectar consumidores às lojas físicas. 

Uma pesquisa do Think with Google, uma das principais fontes de tendências e pesquisas em marketing digital, mostrou que os consumidores se sentem mais confortáveis e seguros em visitar uma loja após pesquisar na web e encontrar informações sobre um produto. É aqui que o Instagram aparece como a principal vitrine para o setor de moda, podendo ser a alavanca mais importante pro negócio de quem trabalha com moda. Quer descobrir o porquê? Continue lendo este blog post! 🙂

 


 

INSTAGRAM: UMA VITRINE PODEROSA

Visual, criativo e interativo. O Instagram é uma plataforma incrível para despertar desejo de consumidores e por isso é a escolha da maioria de marcas de moda e varejo para se aproximar do público. Além disso, a rede social se consolida como um filtro de tendências, definindo o que é ou não fashion.

Segundo dados do blog comercial da plataforma, estima-se que existam 200 milhões de pessoas no Instagram conectadas a contas de moda em todo o mundo, afirmando-se como um ambiente favorável para compartilharmos as novas tendências.

O fato é que as empresas de moda e varejo estão utilizando o Instagram para impulsionar as vendas, explorando todas as ferramentas disponíveis, criando conteúdo e utilizando conteúdo gerado pelo usuário para atrair novos clientes e os já existentes. 

 


“A moda e o Instagram estão intrinsecamente ligados agora.
Não sei se um conseguiria viver sem o outro atualmente.”

Eva Chen, Chefe de Parcerias de Moda, Instagram, Blog Comercial da plataforma

 

De toda forma, trabalhar com moda no Instagram não significa postar qualquer foto de roupa aleatoriamente, é preciso saber como atuar de forma inteligente e segmentada. É sobre isso que a gente conversa a partir de agora!

 

PLANEJANDO E CRIANDO CONTEÚDO DE MODA

PRIMEIROS PASSOS 

Fotos, vídeos, legendas e a forma como se fala. Antes de começar a pensar no conteúdo que você vai criar, é indispensável alinhar o visual e a comunicação. Isso porque quando há consistência torna-se mais fácil criar uma estratégia de identidade de marca mais sólida no Instagram.

 

Captura de Tela do perfil no Instagram da Pantys

A @pantys é uma marca de calcinhas absorventes reutilizáveis. Para compor o feed no
Instagram a marca se apoia nas cores que compõem a identidade visual: vermelho e rosa.


Comece, por exemplo, usando as cores definidas para a marca e que, muito provavelmente, estão disponíveis num manual de identidade visual. Utilizando esse esquema de cores específico, será fácil incorporar a paleta para tornar o
feed mais organizado. Se preferir, você também pode organizar o feed acompanhando a paleta de cores das coleções que forem lançadas.

 

Captura de publicação no Instagram da marca Bolovo
A @bolovo lança coleções inspiradas nos mais diversos temas
e utiliza as cores de cada uma delas para organizar o feed.


Essa é uma ótima forma de começar a estruturar o planejamento, já que com um mesmo tema é possível ter uma regularidade maior de diferentes tipos de conteúdo e formatos. O que importa, principalmente para marcas do setor de moda, é manter esse visual atualizado — lembre-se que estamos falando de uma plataforma visual —  com imagens e vídeos que representem o espírito da marca e que despertem o desejo de compra do consumidor.

 

MONTANDO UM PLANEJAMENTO

DEFINA TEMAS

Planejar conteúdo alinhado aos objetivos de marketing de sua empresa não é fácil. No caso do mercado de moda, os conteúdos precisam refletir a criatividade das marcas, passando informações que despertem o desejo de compra do consumidor, mas sem transformar o feed num catálogo de vendas. 

Antes mesmo de escolher os temas, conheça bem o público-alvo, compreendendo os hábitos de consumo dele. Por exemplo, o seu público é mais jovem ou mais adulto? Qual a linguagem que eles utilizam pra se comunicar na Internet? Seu público tem mais hábitos noturnos ou diurnos? Defina também uma persona que contribua para aproximar o cliente dos valores por trás da marca. Quanto mais certeira é a comunicação com o público, melhores serão os resultados. 

 

Captura de Tela do perfil no Instagram da marca Captura de Tela do perfil no Instagram da marca Sound Vision
Comunicação despretensiosa: a @sound3vision, marca que nasceu no Twitter, aposta numa estética de memes e
de “imagens mal feitas”
propositalmente. Uma linguagem que está correlacionada ao público-alvo.


Fale sobre assuntos do seu interesse, que contribuam para criar uma narrativa e apresentem um estilo de vida que faça o consumidor se identificar ou desejá-lo. 

 

Captura de Tela do perfil no Instagram da Approve
Lifestyle: a @justapprove aposta em conteúdos que demonstram os ideais e aspirações do consumidor, incluindo os produtos da marca nessa narrativa.

 

Você pode fazer isso através de conteúdos que mostrem a missão da marca, produtos, lifestyle, conteúdo gerado pelos usuários e os bastidores por trás do que a marca estiver fazendo.

 

Captura de Tela do perfil do Instagram da marca Cabana

#SemRotulosPorFavor: a @usecabana, uma camisaria livre de gênero, publica conteúdo reforçando os valores por trás da marca.

 

EXPLORE FORMATOS

 

O Instagram é uma plataforma que oferece muitas opções de formatos: publique fotos e vídeos no feed, crie carrosséis, publique conteúdo no Stories, crie uma série no IGTV, faça lives. Pense em todas as possibilidades e decida quais os formatos que você vai usar para compartilhar o conteúdo, priorizando a qualidade e os detalhes que prenderão a atenção do consumidor. Explorando os formatos disponíveis, você descobre quais funcionam melhor para a sua marca.

 

GIF de publicação do perfil do Instagram da Moschino

A @moschino aposta em vídeos no feed para apresentar o conceito de suas coleções.

 

DEFINA UM CRONOGRAMA

 

Agora, que você definiu os temas e formatos, escolha os dias e horários para publicar os conteúdos que forem criados. Para descobrir os melhores horários para postar no Instagram, faça testes e acompanhe os dados no Instagram for Business

Se necessário, monte um calendário com todo o conteúdo planejando para um semana, um mês ou até mesmo trimestral –– mais do que isso não costuma ser o ideal, uma vez que muita coisa pode mudar. 

Organizando o conteúdo, utilize o Postgrain para agendar as publicações. Dessa forma você otimiza o trabalho e ganha mais tempo para se dedicar a outras atividades relacionadas à marca. Boa essa dica, né?Datas comemorativas também podem ser exploradas para criar conteúdo e, no caso de marcas de moda, existem várias que podem potencializar suas vendas, como é o caso da blackfriday. Nós preparamos um Calendário 2020 com as datas e eventos relevantes para você baixar e planejar o conteúdo de redes sociais. É gratuito! 😉

 


 

Infográfico descrevendo de forma resumida as 3 etapas do planejamento

Imprima a imagem e tenha sempre por perto as 3 etapas de um bom planejamento. 

 


 

RECURSOS DE COMPRA: IMPULSIONE VENDAS E AUMENTE O TRÁFEGO

Você precisa concordar comigo: o Instagram é a vitrine da nova geração de compradores. As empresas, principalmente as do setor de moda, utilizam a plataforma para impulsionar vendas e aumentar o tráfego, oferecendo ofertas exclusivas e promoções através da rede social. 

O Facebook, responsável pela rede social de compartilhamento de fotos, está sempre na busca por soluções que melhorem a experiência de usuário interessado em comprar diretamente na plataforma, então isso acaba sendo uma fator determinante para que as marcas queiram estar ali.

Captura de Tela do Perfil da Melissa no Instagram com produtos marcados

 

O Instagram Shopping, lançado em 2016 e liberado globalmente em 2018, possibilitou que produtos fossem marcados em publicações. Essa novidade facilitou o processo de compra, já que o consumidor pode agora ter acesso a detalhes do produto e preço enquanto navegava pelo feed. 

A nova experiência trouxe uma enorme vantagem e crescimento para várias empresas que começam a utilizar a ferramenta de compra no Instagram. Afinal, tornou-se possível converter conteúdo em vendas.

 


“Nosso tráfego proveniente do Instagram aumentou 44% desde a implementação das compras no Instagram. É uma forma simples e fácil de exibir seu produto em um contexto de estilo de vida, sem impactar a experiência do usuário.”

Savannah Boysen, Gerente de Marketing, TYME, no Blog Comercial da plataforma

 

Então, se você tem uma loja de roupas no Instagram, é muito importante que você crie sua Loja no Instagram. Assim, você encurta o processo de venda com seus possíveis clientes, que não vão precisar entrar no seu site e buscar o produto desejado. Aproveita também para ler sobre as tendências para o Instagram Shopping.

E OS INFLUENCIADORES?

2020, minha gente! É impossível falar de moda no Instagram e não falar sobre os influenciadores. Afinal, as contas mais populares na rede social são modelos ou celebridades que estão relacionadas ao mundo fashion. 

 

Captura de Tela de publicação no Instagram de Kendall Jenner

Kendall Jenner: modelo, empresária e personalidade da televisão. 121 milhões de seguidores no Instagram.

 

Já comentei aqui no blog sobre ainda não termos um mercado de influenciadores tão consolidado, principalmente no que se refere às práticas e normas. Mas o mercado está mais amadurecido e as marcas confiam nas vozes dessas pessoas para falarem de suas marcas.

Um creator, termo que tem sido atribuído com mais frequência para quem cria conteúdo, possui uma relação de confiabilidade com seu público. É por isso que marcas enxergam esse como um bom caminho para ganhar mais visibilidade e aumentar a relevância de seus produtos. O Instagram também está acompanhando esse mercado de Influencer Marketing, tanto que incluiu ferramentas de conteúdo de marcas nas contas para criadores de conteúdo (celebridades, influenciadores, figuras públicas, editores) e parceiros de negócio.

 

Captura de Tela da ferramenta de Conteúdo de Marca no Instagram

Ferramentas de Conteúdo de Marca possibilitam ao influenciador identificar o conteúdo como uma “parceria paga”.
Foto: Reprodução / Blog Comercial do Instagram

 

Hoje, já existem Ferramentas de Conteúdo de Marca no Feed e nos Stories, que possibilita ao creator identificar um conteúdo como “parceria paga”. Há também os Anúncios de Conteúdo de Marca, que permitem que esses conteúdos sinalizados sejam promovidos em forma de anúncio.

Além disso, um pequeno grupo de influenciadores, como a brasileira Camila Coelho, possui uma opção que permite que os seguidores compre looks dos criadores de conteúdo diretamente de suas publicações, como mostra a imagem abaixo:

 

Captura de Tela da ferramenta de Conteúdo de Marca no Instagram

Foto: Reprodução / Blog Comercial do Instagram

 

Ou seja, sinal de que o Instagram não deve parar de te dar mais e mais ferramentas pra que você consiga vender cada vez mais fácil pela plataforma.

 


CONCLUSÃO 

E aí, pronto para vender produtos de moda no Instagram? Aproveite a experiência visual que a plataforma proporciona e encante as pessoas contando a história de sua marca com imagens, vídeos e conteúdo envolvente. Crie uma experiência ainda melhor explorando as ferramentas de conteúdo de marca e compras. Tenho certeza que assim você vai expandir o seu negócio! Ficou com alguma dúvida? É só deixar um comentário aqui embaixo! 😉