Como vender pelo Instagram: o guia completo em 11 passos

Como vender pelo Instagram: o guia completo em 11 passos

por Ana Tereza Moraes

Publicado em 24 de maio de 2021

O Instagram é uma excelente plataforma para qualquer negócio que deseja expandir suas vendas online. Seja para um serviço autônomo, uma loja local ou um e-commerce que atende todo o país, estar presente por lá hoje em dia já não é um diferencial, e sim uma necessidade

A rede social é uma poderosa ferramenta de vendas na qual você pode conquistar novos clientes, melhorar sua comunicação e impulsionar os seus resultados. Então continue lendo para conferir um guia completo de tudo o que você precisa saber para vender no Instagram!

Por que vender no Instagram?

Se você ainda tem alguma dúvida sobre a relevância das redes sociais para as vendas hoje em dia ou se vale a pena concentrar seus esforços no Instagram, dá só uma olhada nesses números:

Segundo pesquisa de 2021 da Opinion Box:

  • 84% dos entrevistados entram no Instagram ao menos uma vez por dia
  • 52% disseram já ter comprado algo que descobriram no Instagram

Quanto ao interesse em acompanhar empresas na rede social, o mesmo estudo apontou que:

  • 82% seguem alguma empresa no Instagram
  • 47% afirmaram gostar de acompanhar ativamente conteúdos de marca por lá
  • 79% acham que as empresas devem estar presentes nas redes sociais para interagir com os consumidores
  • 79% acham que o Instagram pode aproximar pessoas e empresas

Portanto, se você quer melhorar suas vendas e ampliar o alcance da sua marca, estar presente lá é um dos pontos mais importantes. E estamos aqui justamente para te ajudar a fazer isso do jeito certo! 

Guia completo de como vender pelo Instagram em 12 passos

Com um bom planejamento, é possível começar do zero no Instagram e conseguir bons resultados ou simplesmente melhorar o trabalho que você já faz por lá com algumas otimizações.

A seguir, confira nosso guia completo para te ajudar a vender no Instagram, desde as ações mais simples até as mais avançadas que você vai precisar estudar e realizar:

1. Monte seu perfil corretamente:

Primeiro de tudo, se você ainda não usa uma conta comercial, é importante mudar seu perfil para essa modalidade Business para ter acesso a mais recursos do Instagram para negócios, como dados, insights, Instagram Ads e o Instagram Shopping, por exemplo.

Se precisar de ajuda, siga o passo a passo desse post para converter sua conta pessoal.

Agora vamos aos detalhes! 

Pensando nas informações presentes no seu perfil, cada campo deve ser preenchido de maneira estratégica. Utilize cada um desses espaços a seu favor para que os usuários te encontrem facilmente e logo de cara entendam do que se trata o seu negócio. 

Aí vai um checklist de como você pode otimizar seu perfil:

1.1 Foto de perfil:

Certifique-se de que a foto representa bem a sua marca e que os elementos da imagem sejam visíveis mesmo quando vistos em tamanhos menores. Se a sua marca é você mesmo, uma foto nítida (e sem texto) já resolve!

1.2 Escolha um bom nome de usuário (o seu @):

Escolha um nome de usuário que seja simples e memorável, pra as pessoas lembrarem com facilidade. Caso o nome da sua marca não esteja disponível, uma boa opção é utilizar um complemento que não vá complicar muito o user e sim te ajudar. No caso do seu negócio ser um restaurante ou uma loja de roupa, por exemplo, acrescentar os termos “restaurante” ou “loja” podem ser bons complementos.

1.3 Nome de exibição:

Você pode colocar simplesmente o nome da marca ou produto, mas outra possibilidade é usá-lo como uma expansão do nome de usuário, destacando o segmento ou diferencial da marca. Pense em algo que as pessoas também usariam como termo de pesquisa pra te encontrar no Instagram. Por exemplo: “roupas femininas”, “comidas saudáveis/fitness”, etc.

1.4 Otimize sua bio/descrição 

A bio é a descrição mais detalhada do seu serviço, produto e/ou marca, e um importante espaço para você falar sobre o propósito da empresa e dar mais especificações. Esse texto é curto, mas vai contar muito na primeira impressão que sua marca deixa quando alguém visita seu perfil. Dá também pra incluir no final da sua descrição um CTA (Call To Action) forte, chamando as pessoas para tomar alguma ação. Algo como “faça seu pedido”, “compre aqui”, “acesse”, “conheça nossos produtos”, etc.

1.5 Link na bio:

O tão famoso link na bio! Por ser uma das poucas opções de link clicável no Instagram, pense bem pra onde você quer levar os usuários, se é pra um site da sua loja virtual um redirecionamento para atendimento no WhatsApp. Para exibir mais de uma url clicável, você pode usar agregadores de links, como o Linklist, oferecido pelo Postgrain de maneira totalmente gratuita. 

Dá uma olhada em exemplos de perfis que cumprem bem todo esse checklist de um bom perfil. Consegue identificar cada item que pontuamos aqui? 

Como vender pelo Instagram

Como vender pelo Instagram

Como vender pelo Instagram

2. Defina sua identidade e conheça seu público:

Antes de começar a postar no Instagram, você precisa ter uma identidade de marca bem definida pra saber como será o tom de voz da sua comunicação, como deve ser guiada a identidade visual, sua abordagem de vendas e seu conteúdo. Para isso, um bom caminho é começar criando personas

Entenda um pouco mais sobre elas: 

2.1 Brand persona

Para montar uma brand persona, você deve pensar na sua marca com se fosse realmente uma pessoa da vida real. Essa pessoa deve ser um compilado de tudo que sua marca quer passar pro público em termos de personalidade, valores, e visão e propósito. Para criar a brand persona ideal, visualize como sua marca seria se ela fosse uma pessoa de verdade. Pense em características como:

  • Qual o seu gênero, idade e classe social
  • Como ela fala, como se veste, do que ela gosta
  • O que faz nas horas vagas, que lugares frequenta, quais os seus hobbies
  • Quais são seus valores, como é sua personalidade 

Junte todos esses detalhes até que você chegue em uma persona concreta e alinhada com o que a marca deseja transmitir, sempre levando em consideração as suas buyer personas (falo sobre elas abaixo) e com o que elas se identificariam e se sentiriam atraídas. 

2.2 Buyer persona

No caso da buyer persona, estamos tratando da personificação do seu público. Diferente da brand persona, ela não precisa ser uma pessoa única. O ideal, inclusive, é que você crie pelo menos uma variação dela, já que dificilmente você vai conseguir representar todo um universo de consumidores em apenas 1 persona.  

Pra te ajudar, você pode dividi-las em arquétipos para conseguir representar melhor seu público alvo, mas é legal que você trate-as mesmo como pessoas reais também. Dê nomes próprios, determine idade, ocupação, hobbies, classe social, estado civil, etc. 

Para criar essa(s) persona(s), o ideal é conseguir dados concretos sobre seu público, seja a partir de uma pesquisa de mercado ou estudando sua base de clientes já existente.

3. Tenha um bom planejamento

Se planejar com antecedência vai te ajudar a manter o controle de qualidade do seu conteúdo e equilibrar melhor suas postagens de forma que elas abordem tudo que você precisa passar pro seu público. E sendo bem sincera, isso é o que mais te ajuda a evitar aqueles momentos de “não faço ideia do que postar hoje no Instagram”.

3.1 Frequência:

Pra começar, defina quantos posts você pretende fazer por semana. Não existe uma regra ou número certo, vai de acordo com o que funciona melhor pra rotina e pro negócio de cada um. Porém, manter uma boa frequência atrai mais visibilidade e faz com que o seu perfil seja sempre lembrado. Mas também sem exageros, hein? Priorize a qualidade, e não a quantidade.

3.2 Objetivos:

Pense no objetivo que deseja alcançar com cada post (mais alcance, reconhecimento, conversão, engajamento, tráfego para o site, etc.) e divida o conteúdo de acordo com essas definições. Mescle posts informativos com outros de interação, alguns mais comerciais e outros com dicas práticas ou tutoriais, por exemplo.

E se precisar de insights para abrir a mente ou ideias prontas pra já começar a colocar em prática, temos um material gratuito cheio delas. Clique na imagem para baixar o nosso Banco de Ideias Infinitas para Rede Sociais e fechar um bom planejamento!

Banner convidando para baixar um banco de ideias de conteúdo para Instagram

4. Crie conteúdo de qualidade:

Quando dizemos que o Instagram é uma ótima vitrine para qualquer negócio, não significa que é pra você postar só a imagem e preço do que você está vendendo. Pense bem em como apresentar seus produtos ou serviços de maneiras que agreguem valor ao que está sendo oferecido (e não estamos falando somente do valor financeiro!). 

Não venda apenas o produto em si, com conteúdos varejistas demais, mas também a utilidade, os benefícios e diferenciais da sua marca. Pense no dia a dia do seu público, nas dores que a sua marca pode sanar e de que formas o seu conteúdo pode comunicar isso. 

Aqui vão algumas dicas pra você criar bons conteúdos que te ajudem a vender no Instagram:

4.1 Explore todos os formatos

O Instagram oferece uma grande variedade de formatos de posts para você criar conteúdo.  Solte a criatividade e explore o máximo de espaços possíveis que a rede social oferece, mas evite repetir o mesmo conteúdo em todos eles. 

Feed, Stories, Destaques, IGTV, Guias, Reels… Cada um tem seus pontos fortes e funcionam melhor para determinados objetivos. Por isso, pense qual é a melhor forma de falar sobre um produto ou serviço em cada um deles e qual vai ser o mais adequado para te ajudar a alcançar suas metas. 

4.2 Invista em vídeos: Reels, IGTV, Feed, Stories

Os vídeos têm sido os grandes protagonistas das redes sociais nos últimos anos, principalmente no Instagram, que tratou de absorver todas as tendências que surgiram na concorrência e também criar as suas próprias. 

Dá só uma olhada em quantos formatos de vídeo a rede social já tem atualmente:

  • Feed (até 60 seg de duração)
  • Stories (até 15 seg de duração)
  • IGTV (até uma hora de duração)
  • Reels (de 15 a 30 segundos de duração)
  • Lives (até uma hora de duração) 

Uma das principais vantagens em investir em vídeos é o alcance que eles podem trazer pro seu perfil, principalmente no caso do Reels. O formato mais recente, que concorre com o TikTok, é também o novo queridinho dos usuários, e sai na vantagem por contar com uma aba própria dentro do Instagram e ter grande destaque na aba do Explorar. Isso ajuda a trazer mais visibilidade pros criadores de conteúdo que postam vídeos por lá. Por isso, essa pode ser uma boa aposta pra sua marca crescer no Instagram também.

Por aqui, já demos algumas dicas de como usar o Reels da melhor forma e que ideias de conteúdo você pode aproveitar por lá.

5. Agende seu conteúdo pros melhores horários

Uma dica pra conseguir manter a frequência e a qualidade dos posts é agendá-los, assim você não corre o risco de fugir do planejamento e nem postar em um horário no qual seus seguidores não estão ativos. 

Usando uma plataforma de agendamento, como o Postgrain, você consegue gerar relatórios completos para analisar os melhores horários e dias da semana para postar no seu perfil e já deixa seus posts agendados antecipadamente. Assim, você garante a constância do seu conteúdo e que tudo vai sair como planejado, atingindo seu público em momentos estratégicos. O Postgrain oferece 7 dias grátis pra você usar a ferramenta (sem precisar de cartão de crédito) e já ir se organizando. Clique aqui pra saber mais.

6. Invista em Copywriting e legendas persuasivas:

Uma imagem vale mais que mil palavras. Mas isso não quer dizer que as palavras não são importantes! 

Construa textos claros e persuasivos nas suas legendas e até nas imagens, se for o caso. Use as palavras a seu favor pra destacar seu produto ou os diferenciais da sua marca. 

Você pode apostar em gatilhos mentais para convencer o usuário do valor da sua marca ou levá-lo a realizar alguma ação específica, como baixar um material, acessar um site, seguir um perfil ou realizar uma compra. Esse tipo de argumentação é a chave de um bom Copywriting, a técnica que utiliza métodos capazes de tornar o seu texto mais persuasivo.

Outra dica importante para ter textos mais eficazes é utilizar CTAs, como sugerimos lá em cima também pra bio. As Call To Actions (ou chamadas para ação) vão guiar seus seguidores e fazer com que eles tomem as ações necessárias com aquele conteúdo. 

Exemplos de CTAs úteis:

  • Compartilhe esse post 
  • Marque aqui seu amigo que…
  • Salve esse conteúdo pra conferir mais tarde
  • Comente aqui embaixo….
  • Acesse nosso site
  • Arraste pro lado e confira….
  • Clique no link na bio e acesse….

Entre outros exemplos, a depender de cada caso.

6.1 Use hashtags

As hashtags são um importante mecanismo de segmentação de conteúdo e vão ajudar os seus posts no Instagram a serem encontrados com mais facilidade. A dica aqui é escolher termos que tenham a ver com o seu negócio e que não sejam muito genéricos, mas que tenham um bom volume de buscas na plataforma.

7. Saiba analisar suas métricas e aprenda com elas

Antes de sair olhando todas as métricas do Instagram Insights e surtar por não ter conseguido bons resultados em algumas, é importante que você tenha definido quais eram parte do objetivo do seu post (lembra que falamos lá no tópico de planejamento sobre isso?). 

Não precisa enlouquecer querendo ser incrível em cada uma das métricas mostradas lá. O ideal é entender quais são os dados mais importantes pros seus objetivos e pro seu negócio. Defina quais são os mais relevantes pra você, ou seja, qual o seu KPI = Key Performance Indicator (Indicador Chave de Performance).

7.1 E o que são KPIs?

Em tradução livre, a sigla representa os principais indicadores de performance. São as métricas que você vai utilizar pra analisar se está conseguindo ou não atingir seu objetivo. Por exemplo, se você definiu que um dos seus objetivos é melhorar o relacionamento com o seu público, seus KPIs devem ser métricas de engajamento, como Comentários, Salvos, Compartilhamentos, Curtidas e Respostas aos Stories.

Pra facilitar a leitura dessas métricas, gere relatórios de tempos em tempos pra acompanhar os resultados e ver o que pode melhorar e o que tem funcionado. Com o Postgrain você pode visualizar todos esses dados pelo computador e fazer o download dos relatórios.

Se precisar de ajuda para interpretar os dados do Instagram Insights, aqui nesse outro post te ensinamos direitinho como acessá-los e analisá-los da maneira correta.

8. Interaja com o seu público

Manter um bom relacionamento com os seguidores é essencial pra manter o público mais próximo da sua marca, abrir mais janelas de venda e fidelizar os clientes que já consomem seus produtos. 

Por isso, fique sempre de olho nos comentários e tente responder o máximo possível, principalmente se ainda não tem um volume muito alto de interações. Faça com que os seus seguidores se sintam ouvidos e mostre que sua marca está prestando atenção.

Lembre também de sempre checar a DM (mensagens diretas), pois é por lá que você pode encontrar suas principais oportunidades de venda! Tire dúvidas, responda educadamente até mesmo os comentários negativos e se mostre sempre solícito. Você pode usar uma ferramenta como o Postgrain pra fazer tudo isso pelo computador.

Quanto mais você cultivar no seu perfil uma ideia de comunidade de seguidores, melhores resultados terá.

9. Instagram Shopping:

O recurso liberado em 2018 é uma grande oportunidade de ampliar as vendas no Instagram. 

A maior vantagem do Instagram Shopping, é a diminuição da barreira entre os usuários e a conversão em compras, que agora pode ocorrer até mesmo dentro da própria plataforma. 

Outro benefício é que a funcionalidade ganhou um espaço especial na aba Explorar, aumentando o alcance dos produtos “etiquetados”. Além disso, ao configurar uma Loja, os perfis podem ativar links para os produtos mostrados dentro das próprias publicações, como uma espécie de etiqueta, sendo mais uma opção de link clicável no Instagram! 

.

Se você ainda não configurou o Shopping na sua conta, ensinamos aqui o passo a passo completo pra fazer isso!

9.1 Crie conteúdo para o Instagram Shopping

Como tudo na vida, não basta esperar que as coisas deem certo sozinhas. 

Após configurar uma Loja e começar a expor seus produtos, você precisa também investir em bons conteúdos pensados para o Instagram Shopping para sua estratégia de vender no Instagram dar certo!

Desde a estreia do recurso, a rede social vem lançando várias novidades e atualizações para melhorar a experiência dos consumidores nas Lojas e também ajudar as marcas a venderem mais. Explore todas essas alternativas e fique de olho nas novidades pra sair na frente com os seus produtos!

Nesse outro artigo do blog, damos várias ideias de como você pode criar conteúdo pensando na sua Loja no Instagram Shopping. 

10. Invista em campanhas pagas com o Instagram Ads

Sim, é possível conseguir bons resultados com uma estratégia orgânica, mas as alternativas pagas do Instagram, como os anúncios ou posts patrocinados, vão ser excelentes aliados pra impulsionar sua marca e suas vendas ainda mais na rede social.

Com a ajuda do Instagram Ads, você pode impulsionar posts ou veicular anúncios tanto no Feed quanto nos Stories, explorando o formato de vídeos mais curtos, carrosséis ou fotos únicas. A funcionalidade pode ser configurada direto do Instagram, pros casos mais simples, ou através do Gerenciador de Anúncios do Facebook, que oferece configurações mais detalhadas de segmentação e público.

10.1 Por que investir em conteúdo pago?

As principais vantagens aqui são aumentar seu alcance, tráfego e reconhecimento de marca, além de objetivos mais específicos como: conseguir mais cliques, conversões ou instalações de aplicativos, entre outras opções disponíveis na hora de configurar as campanhas.

São várias as possibilidades de segmentação. Você pode, podendo filtrar seu target (público-alvo) por idade, gênero, localização, interesses, status de relacionamento, dispositivos de acesso e outros recortes. Dá também para trabalhar com públicos personalizados, como focando em pessoas que já converteram antes ou que acessaram seu site mas não concluíram uma compra.

10.2 Anunciar ou impulsionar?

 

Se você quer entender melhor como configurar uma campanha no Instagram Ads, quanto investir e que tipo de conteúdo trabalhar nos anúncios, o Postgrain tem um guia completo e gratuito pra te ajudar a conseguir os melhores resultados com as campanhas digitais. Clique aqui para baixar.

11. Ofereça benefícios exclusivos: ofertas, cupons, descontos, etc.

Crie um sentimento de reciprocidade entre o público que te acompanha pelo Instagram. 

Aproveite a rede social para divulgar suas ofertas e promoções e lançar cupons exclusivos pra quem te segue. Você pode, por exemplo, oferecer uma oferta relâmpago para os 50 primeiros que visualizarem seus Stories ou liberar um desconto especial pra quem estava assistindo sua transmissão ao vivo. 

Isso vai deixar os usuários cada vez mais atentos ao seu conteúdo e ansiosos para o que sua marca pode lançar a qualquer momento. 

11. Faça parcerias

Por último, mas não menos importante, faça parcerias com quem o seu público já conhece! Mapeie os principais nomes que o seu público já acompanha no Instagram, quais deles podem ter relevância para atrair novos consumidores e proponha parcerias com eles.

Podem ser tanto influenciadores que você pode contratar pra divulgar seus produtos ou, por exemplo, nomes respeitados do nicho que você pode convidar para uma conversa ao vivo numa Live.

Use a criatividade e pense em conteúdos que vão explorar o melhor da sua marca no melhor espaço que esses criadores de conteúdo tem a oferecer no perfil deles também. Ah, e seja justo na hora de propor os benefícios pra ambos os lados nessa parceria, ok? 

E agora, já se sente pronto para vender no Instagram?

Comenta aqui embaixo se você ficou com alguma dúvida ou tem uma dica extra pra dar também!